A Unilever anunciou que se recusará a trabalhar com influenciadores fraudulentos que compram seguidores.

Esta medida está incluída num plano mais alargado que pretende regular a forma como as suas marcas trabalham nas redes sociais.

A Unilever fez três promessas para restabelecer a confiança no ecossistema digital. A empresa garante que não trabalhará com influenciadores que compram seguidores, as marcas da Unilever nunca comprarão seguidores nas redes sociais e a Unilever dará prioridade aos parceiros que aumentam a transparência e cooperam para erradicar as más práticas em todo o sistema das redes sociais. “A chave reside nestes três pontos: limpar o ecossistema, acabando com o falso engagement, tornar as marcas e os influenciadores mais conscientes dessas práticas desonestas e melhorar a transparência dentro das plataformas”, declarou Keith Weed, CMO da Unilever.
No âmbito do festival de Cannes, Keith Weed integra um grupo da Associação Mundial de Anunciantes, que conta também com participação do Instagram, para motivar a indústria a promover a confiança e a transparências nas redes sociais.

Fonte: Meios e Publicidade

Tags: , , , , , , ,